Vertigem e Tontura

Vertigem e Tontura

Alteração de equilíbrio é uma queixa muito freqüente nos consultórios médicos, e apresenta como principais características a tontura e a vertigem.
A tontura se caracteriza por alteração de equilíbrio, em que se verifica falha na percepção espacial do corpo. Pacientes referem sensação de cabeça leve, flutuação e de não sentir o chão.
A vertigem é uma manifestação específica da tontura e a origem da palavra vem do latim vertere, que significa rodar. A característica básica desse sintoma é a ilusão da rotação. Sente-se o próprio corpo rodando ou os objetos ao seu redor.
Os quadros de vertigem podem estar associados a outros sintomas, como alterações auditivas: diminuição da audição, pressão nas orelhas ou mesmo zumbido. Outros sintomas incluem náuseas (enjôos), vômitos, cefaléia, suor e palidez. Os sintomas que acompanham a vertigem estão muitas vezes relacionados com o fator que desencadeia a tontura.

O que é e como funciona o equilíbrio

O equilíbrio é a manutenção do corpo em sua posição ou postura normal, sem oscilações ou desvios. O equilíbrio de um corpo é estabelecido pelo cérebro, com a participação dos olhos, da percepçãocorpórea e do labirinto.
A visão fornece informações do ambiente, e os objetos conhecidos e a posição do corpo são utilizados como referência.
A percepção corpórea é formada por diversos sensores do corpo, comosensibilidade da pele, dos músculos e das articulações, que enviam informaçõesao cérebro.
O labirinto é um sistema da orelha interna, que informa se o corpo está parado ou em movimento, além de perceber a direção e a velocidade desse movimento.
As informações dos olhos, da percepção corpórea e do labirinto são processadas pelo cérebro. Caso algum desses sentidos falhe, há uma alteração no equilíbrio que se sente como tontura.

-Como se percebe a tontura?

A tontura pode se apresentar para cada pessoa de uma maneira diferente, variando sua apresentação como zonzeira, escurecimento da visão e sensação de queda ou rotação.

-Qual é a duração dos episódios de tontura?

As crises podem durar segundos, minutos até horas ou dias. O tempo das crises pode ajudar a localizar a região de comprometimento do organismo responsável pela vertigem.

-Quando ocorreu a primeira crise de tontura?

A identificação da primeira crise pode ajudar na relação de possíveis fatores que desencadearam a tontura. Algumas medicações, por exemplo, podem apresentar a crise de tontura como efeito colateral.

-Existe alguma forma para evitar ou aliviar a tontura?

Muitas das vezes realizar manobras no corpo aliviam a tontura, como, por exemplo, fixar um objeto com os olhos, permanecer de olhos fechados, ficar parado, entre outras.

-O que piora a tontura?

A piora pode estar relacionada com movimentos do corpo, tensão nervosa e ingestão de determinados alimentos.

As causas

Há inúmeras causas que podem alterar o equilíbrio. Entre as principais destacam-se traumatismos da cabeça e do pescoço, infecções, medicamentos, drogas, distúrbios alimentares, tumores, problemas vasculares, doenças neurológicas, entre outras.

Procedimentos que ajudam no controle da tontura

Alimentar-se adequadamente. Algumas dietas são sobrecarregadas de alimentos, que, em excesso, podem atrapalhar a manutenção do equilíbrio.
Não permanecer períodos prolongados em jejum.
Praticar atividades físicas regulares, adequadas ao corpo e à idade de cada pessoa.
Evitar substâncias como cafeína, álcool, e fumo, pois são fatores de risco que agravam a tontura.
Aprender a lidar melhor com os problemas da vida diária, administrando as situações que podem causar intranqüilidade e desequilíbrio.


Texto: Rogério Bensadon

Área Restrita